Como aumentar sua Agenda de Shows - Parte 1


Olá hackers da música, tudo bem por aí? Hoje vamos começar uma série de posts focados em te ajudar a ampliar o seu número de shows, trabalhando pra ter uma boa frequência de apresentações. Essa série vai ser dividida em 3 partes: Foco no Produto, CRM e O Mindset do Contratante. Então vamos começar falando um pouco sobre como pensar a sua concepção e montagem de show, ou como podemos dizer também, o FOCO NO PRODUTO.

O produto show é composto por diversos elementos, porém muitas vezes o artista acaba se preocupando só com a parte musical (e com frequência pensando mais em si do que no público na hora de preparar um show).

Aqui vão algumas dicas pra você conseguir olhar de uma forma mais “sistêmica” para o seu show e conseguir buscar aprimorar essas pequenas partes.

A idéia não é esgotar todo o assunto de como aprimorar o seu show (a gente promete liberar um post detalhado só sobre esse assunto em breve), mas tente olhar para cada um desses itens abaixo e avaliar, na visão do público, como criar mais envolvimento e emoção com sua apresentação:

1) Conceito 2) Repertório 3) Musicalidade 4) Performance (Interpretação/Presença de Palco) 5) Figurino 6) Cenário 7) Iluminação 8) Efeitos 9) Roteiro

O resultado final de uma apresentação que é inteira pensada é completamente diferente de um show "mambembe", mesmo que você possua pouquíssimos recursos.

Coisas como a definição do conceito; definição de um repertório “matador” criando blocos de músicas com “climas” diferentes; criar “momentos” únicos no show (pode ser uma música acapella, um solo de guitarra, uma percussão intensa, etc) fazem toda a diferença. O segredo é preparar a sua performance pra entregar uma grande interpretação, com muita presença de palco. É necessária a atenção a detalhes como: pensar no figurino do artista e da banda, eventualmente num cenário ou elementos cenográficos que possam estar presentes no palco (de um grande bandeirão, até algum elemento simbólico em cima de um amplificador), iluminação, cores, efeitos (gelo seco, fumaça, papel picado, balões, por exemplo) e principalmente um ROTEIRO. Um show bom pode ter momentos de improviso 'ensaiados', ou seja, extremamente preparados, para transmitir confiança e segurança. Você pode ter liberdade criativa, mas pense bem: um grande filme tem algumas poucas falas improvisadas em um roteiro genialmente bem concebido e ENSAIADO.

Se você levar o seu show ao próximo nível, te garanto: uma apresentação levará a outra e o seu show será o seu melhor cartão de visitas. Todo mundo gosta da sensação de se sentir vivo e emocionado ao ver um grande espetáculo. Você já preparou o seu?

Essa foi a primeira dica! As próximas duas dicas daremos nos posts que virão a seguir então, nos acompanhe por aqui e nas nossas redes sociais que sempre avisamos por lá também. Ah! E não deixe de fazer parte de nosso grupo VIP no Telegram. Disponibilizamos conteúdos exclusivos por lá :) Clique aqui para fazer parte Ps.: Temos uma ferramenta disponível para download GRATUITO que é bem completa e tenho certeza que vai te ajudar nos processos de lançamento de sua música. Para baixar, é só clicar na imagem abaixo.

Keep Rockin'

Marcos Bohrer

#Vendadeshows #vendas #contratantes #trabalharcommúsica #música #MusicBusiness #MusicHacks #produçãomusical #Diretorartístico #direçãoartistica

Posts Em Destaque
Posts Recentes