O que é Direcionamento Artístico?


Se você segue a nosso blog a bastante tempo deve se lembrar que em 2017 eu escrevi um texto bem curtinho e resumido sobre Direção Artista ( clique aqui para conferir)

Hoje, além de aprofundar sobre esse tema, eu vou compartilhar com você as principais dúvidas que existem hoje em dia que, do ponto de vista do público, impedem de um artista avançar na carreira.

Uma das perguntas mais frequentes era justamente a respeito da definição do que é direcionamento artístico. Então, quero me aprofundar primeiro nisso antes de seguirmos para os outros pontos.

O direcionamento artístico nada mais é que uma pessoa, um mentor, te guiando no caminho certo para que você atinja seus objetivos.

Esse tipo de trabalho é super importante para todos artistas, principalmente para aqueles que estão começando.

Brincando um pouco com analogias é como se você, artista, fosse um jogador de futebol e o diretor artístico fosse seu treinador.

Porém, é muito comum as pessoas confundirem a função do produtor musical com a do diretor artístico.

Eu vejo muitos artistas quando fecham com um produtor renomado, colocam todas as expectativas de transformação da carreira "nas costas" desse produtor, ou até mesmo que será aquele produtor que irá cuidar de sua carreira a partir daquele momento.

Mas aí que está o maior erro. Ele não vai fazer isso para você.

A função de um produtor musical é produzir sua música.

Claro, ele pode sim te ajudar a montar um repertório musical adequado para um determinado projeto, porém ele sempre faz isso juntamente com o diretor artístico que é uma das pessoas que conhece mais sobre você (e muitas vezes mais do que você mesmo).

A produção de uma música de qualidade é extremamente importante no processo como um todo.

Mas, como eu sempre falo, não é apenas um ponto que precisa ser excepcional no seu projeto para ele dar certo e sim, todas as áreas. Então quando falamos de um show, por exemplo, a produção musical trabalha em conjunto com a equipe de designers gráficos, figurinistas, com a equipe de marketing e assim por diante. Todas as áreas precisam conversar entre si.

Então, não caia nesse erro de colocar toda a sua carreira na responsabilidade de um produtor. É um erro grave isso! Se pensarmos novamente na analogia do futebol, enquanto o diretor artístico é o treinador, o produtor musical seria o preparador físico. O diretor musical tem uma visão mais ampla para te "treinar" para um determinado "campeonato" junto com outras equipes (vendas, marketing, produção e etc), e o produtor musical vai ajudar a preparar você para esse campeonato.

Agora você me diz, “mas Marcos, eu não fazia ideia de nada disso.” Eu sei que não! E é uma pena isso.

Infelizmente no nosso mercado falta muita informação, o que atrapalha no desenvolvimento de grandes talentos.

Já presenciei muitos artistas sendo desperdiçados justamente por não terem um direcionamento adequado que mostrasse para eles qual o melhor caminho para que os ajudassem a crescer.

Ninguém nasce sabendo qual o caminho trilhar.

Com os acontecimentos da vida vamos tendo uma ideia dos trajetos mas isso leva tempo. O diretor artístico entra justamente para ajudar você a ter esse conhecimento o mais rápido possível para que consiga se desenvolver com mais agilidade. A um tempinho atrás eu perguntei para nosso time de hackers no perfil do Instagram perguntando quais eram os principais obstáculos que eles sentiam na carreira. Foram vários pontos. Vou colocar alguns deles aqui abaixo e explicá-los de acordo com minha experiência:

  • Falta de dinheiro Muitos falaram sobre a parte financeira.

Gravamos no ano passado um Podcast com a Suely Carvalho sobre Marketing e Vendas e abordamos um pouco sobre esse assunto financeiro. (caso não tenha ouvido ainda, é só você clicar aqui ).

Em um momento perguntamos se na visão dela era ou não possível fazer um lançamento de música sem um investimento financeiro. E, sim. É possível!

A questão é que dependendo do seu projeto e onde você quer chegar, em algum momento, você vai precisar investir e colocar mais pessoas no seu time como, por exemplo, um bom designer gráfico.

Mas tem um ponto que gostaria de complementar.

Você consegue seguir mais da metade do caminho sem investimento, mas para isso acontecer você vai precisar suar muito a camisa e vai precisar tatuar disciplina e esforço na sua pele. Existem investidores anjos que estão dispostos a investir na carreira de um artista, mas eles são extremamente minuciosos e só investem quando sentem que realmente aquele artista pode dar certo. E ele só vai conhecer seu trabalho se você mostrar (hoje em dia um celular faz esse trabalho muito bem. Vou falar mais a frente sobre)

Resumindo, a parte financeira não é um problema se você souber o caminho para trilhar.

  • Falta de Oportunidades

Eu gosto de pensar que oportunidade é como um rio: ela está sempre passando e uma vez que passa não volta mais. Pelo menos não a mesma.

O que diferencia é que nem todas as pessoas estão preparadas para ver essas oportunidades e quando estão, não abraçam elas (alô, autossabotagem?).

Se você não consegue ver as oportunidades, é provável que você não está pronto para elas então você PRECISA buscar um direcionamento para entender o que precisa fazer para se preparar quando começar a vê-las.

Agora se você as vê mas fica a todo momento criando argumentos para justificar o porquê essas oportunidades não deram certo, é um sinal que precisa mudar seu mindset para não perder a chance em uma próxima oportunidade.

  • Falta de equipamentos bons

No mercado existe um termos chamado ‘bala de prata’. Ele brinca com a história de que somente uma bala de prata pode matar um lobisomem.

Quando eu falei sobre mudar o mindset no item anterior, o que quero dizer é que você não pode ficar colocando todas as suas fichas em, por exemplo, comprar um celular melhor, ou um penal de guitarra melhor para que você consiga mostrar seu trabalho. Isso são desculpas que você dá por medo de avançar.

É como se você estivesse colocando condições na sua vida para o sucesso, então você cai na ilusão de que só quando você tiver uma "bala de prata" vai atingir seu objetivo.

Basicamente, você só precisa de um celular para conseguir mostrar seu trabalho e se conectar com o público. Com ele você consegue gravar seus vídeos, suas músicas dentre uma lista de outras possibilidades voltadas a produção de conteúdo.

Confie e trabalhe com o que você tem, e aos poucos vai melhorando

Eu me aprofundei muito sobre o que é o direcionamento artístico e a importância de mudar o mindset no nosso canal do Youtube. Assista porque vai valer muito a pena:

Keep Rockin' Marcos Bohrer

#MusicHacks #Diretorartístico #direçãoartistica

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • fb-opaco-png
  • youtube-opaco-png
  • ig-opaco-png